Nota Nº 491/2017

Ementa

Apresenta minuta de Portaria que constitui Grupo de Trabalho para aprimorar o Estudo de Lotação, utilizado como ferramenta para distribuição de Procuradores da Fazenda Nacional nas unidades da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

Informações Adicionais

Campo Valor
orgao PGFN > DGC > DAE - Divisão de Assuntos Estratégicos.
procurador 035.269.957-45 - Ronaldo Affonso Nunes Lopes Baptista
data 2017-06-02T00:00:00

Conteúdo


Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional Departamento de Gestao Corporativa Divisao de Assuntos Estrategicos
NOTA/PGFNIDGC/DAE Nc4qi/2017
Apresenta minuta de Portaria que constitui Grupo de Trabalho para aprimorar 0 Estudo de Lotagao, utilizado como ferramenta para distribuigao de Procuradores da Fazenda Nacional nas unidades da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.
o Planejamento Estrategico da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional
(PGFN), aprovado pela Portaria PGFN nO1.151, de 19 de dezembro de 2016, trouxe como objetivo estrategico "prover recursos e solugoes tecnol6gicas adequadas e integradas que otimizem os processos de trabalho", aliado ao tema de tecnologia da informagao, pelo qual "buscaremos recursos que possibilitem 0 desenvolvimento de sOlugoes de tecnologia eficientes, intuitivas e integradas para toda a organizagao, de forma a abreviar e automatizar processos de trabalho
2. Nesse contexto, propoe-se a instituigao de Comite de Gestao de Tecnologia da Informagao e Comunicagao da PGFN - CGTIC/PGFN. Tal colegiado tera como diretrizes a gestao participativa da TI e 0 alinhamento das prioridades do setor com a estrategia da organizagao.
3. A composigao do comite conta com a participagao de representantes das unidades do 6rgao central, bem como das Procuradorias Regionais. Dessa forma, todas as areas finalrsticas da PGFN poderao opinar sobre os rumos que 0 gerenciamento da TI devera tomar. Ao final, as deliberagoes do comite serao encaminhadas ao Comite de Gestao Estrategica da PGFN, 6rgao regimentalmente incumbido de assessorar 0 Procurador-Geral na tomada de decisoes.
4. A atuagao do comite devera ainda estar em consonancia com os demais normativos do Poder Executivo sobre a materia, tais como 0 Decreto nO8.638 de 15 de janeiro de 2016 - que institui a polrtica de Governanga Digital no ambi10dos 6rg8.ose das
,//7

Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional Departamento de Gestao Corporativa Divisao de Assuntos Estrategicos

entidades da administragao publica federal direta, autarquica e fundacional e a Estrategia de Governanga Digital (EGD) do Sistema de Administragao dos Recursos de Tecnologia da Informagao (SISP) da Administragao Publica Federal Direta, Autarquica e Fundacional.

5. Nao se estipulou objetivamente a frequencia de reuni6es do comite, pOis entende-se que elas ocorrerao de acordo com a demanda. Nos primeiros meses, serao necessarias reuni6es mais frequentes. Uma vez estabelecidas as linhas gerais e as prioridades, as reuni6es ocorrerao de forma mais espagada, ou ainda, na modalidade virtual.

5. Diante do exposto, opina-se pela remessa da minuta em anexo ao Procurador-Geral da Fazenda Nacional para analise e, a seu jufzo, assinatura.

2017.

A consideragao superior.

PROCU~RAL

'm 01OAFAZENDANACIONAL,

"riod'

Ronaldo Affonso Nunes Lopes Baptista Procurador-Chefe da Divisao de Assuntos Estrategicos

DESPACHO

De acordo. Encaminhe-se ao Procurador-Geral da Fazenda Nacional para

analise e, a seu jufzo, assinatura.

rPROCURADORIA-GE L DA FAZENDA NACIONAL, em 021 de

M de

2017.

de Moura Cagni o de Gestao Corporativa

2


## img-0000 ##
? Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional
Departamento de Gestéo Corporativa
Divisao de Assuntos Estratégicos

 

NOTAIPGFNIDGCIDAE NAM /2017

Apresenta minuta de Portaria que constitui
Grupo de Trabalho para aprimorar o Estudo de
Lotagéo, utilizado como ferramenta para
distribuigéo de Procuradores da Fazenda
Nacional nas unidades da Procuradoria-Geral
da Fazenda Nacional.

O Planeiamento Estratégico da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional
(PGFN), aprovado pela Portaria PGFN n° 1.151, de 19 de dezembro de 2016, trouxe como
objetivo estratégico ?prover recursos e solugées tecnolégicas adequadas e integradas que
otimizem 0s processos de trabalho", aliado a0 lema de tecnologia da informagéo, pelo qual
?buscaremos recursos que possibilitem o desenvolvimento de solugées de tecnologia
e?cientes, intuitivas e integradas para toda a organizagao, de forma a abreviar e
automatizar processos de trabalho

2. Nesse contexto, propée-se a instituigéo de Comité de Gestao de Tecnologia
da lnformagao e Comunicagao da PGFN - CGTlC/PGFN. Tal colegiado tera como diretrizes
a gestao participativa da Tl e o alinhamento das prioridades do selor com a estratégia da

organizagao.

3. A composigéo do comité conta com a participagao de representantes das
unidades do érgéo central, bem como das Procuradorias Flegionais. Dessa forma, todas as
areas finalisticas da PGFN poderao opinar sobre 0s rumos que o gerenciamento da Tl
devera tomar. A0 final, as deliberagées do comité serao sncaminhadas ao Comité de
Gestao Estratégica da PGFN, érgéo regimentalmente incumbido de assessorar o
Procurador-Geral na tomada de decisées.

4. A atuagao do comité deveré ainda estar em consonéncia com 0s demais
normativos do Poder Executivo sobre a matéria, tais como 0 Decreto n° 8.638 de 15 de

janeiro de 2016 ? que institui a Politica de Governanga Digital no émblgo dos érgaos e das
1 '//7
## img-0001 ##
Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional
Departamento de Gestéo Corporativa
Divlséo de Assuntos Estratégicos

 

entidades da administragéo pUblica federal direta, autarquica e fundacional e a Estratégia
de Governanga Digital (EGD) do Sistema de Administragéo dos Recursos de Tecnologia da
lnformagéo (SISP) da Administragao P?bllca Federal Direta, Autarquica e Fundacional.

5. Nao se estipulou objetivamente a frequéncia de reuni?es do comité, pols
entende-se que elas ocorreréo de acordo com a demanda. Nos primeiros meses, serao
necessérias reuniées mais frequentes. Uma vez estabelecidas as linhas gerais e as
prioridades, as reuniées ocorrerao de forma mais espagada, ou ainda, na modalidade
virtual.

5. Diante do exposto, opina-se pela remessa da minuta em anexo ao
Procurador-Geral da Fazenda Nacional para anélise e, a seu juizo, assinatura.

A consideragéo superior.

PROCURADOFilA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL, em de de

2017.

Renaldo Affonso Nunes Lopes Baptista
Procurador-Chefe da Divisao de Assuntos Estratégicos

DESPACHO

De acordo. Encaminhe-se a0 Procurador-Geral da Fazenda Nacional para
analise e, a seu julzo, assinatura.

PROCURADORIA-GE L DA FAZENDA NACIONAL, em 02' de WW0 d9

2017.

   

léda Apar i de Moura Cagni
Diretora do Deparjta e o de Gestéo Corporativa

Voltar ao topo